A Equipe do Dr. Ruston
A equipe é parte fundamental, sem ela seria impossível realizarmos a cirurgia. Cada elemento tem sua função e, além de adorar o que faz, é treinado e qualificado para realizar este trabalho tão minucioso e preciso, afinal são mais de 6 horas ininterruptas diariamente. Como uma orquestra, a equipe deve ser, não só numerosa, mas muito afinada, onde o cirurgião atua como o regente.
 
Esclareça dúvidas e agende sua consulta: SP (11) 3031.1221 e RJ (21) 4063-9102
SUA HISTÓRIA

- A história do Dr. Ruston, como muitas outras, tem um início triste, um transcorrer turbulento, porem termina com um final feliz.

- Aos vinte e poucos anos (não sabe precisar exatamente a idade) ele notou que seus cabelos estavam caindo e sua vasta cabeleira se rarefazendo. Na época já era aluno de medicina e procurou então um dermatologista, que lhe prescreveu alguns medicamentos tópicos e pediu alguns exames de sangue, sem lhe explicar porém, o porque daquilo; como e porque acontecia, etc...

- Obviamente o tratamento não surtiu efeito, quando então decidiu procurar outro e outro dermatologista, já que ainda não necessitava de transplante capilar, pois queria apenas que a queda parasse. Nada, nenhum deles conseguiu resolver seu problema.

- Decidiu então recorrer a um desses centros de tratamento de cabelo, onde realizou vários “tratamentos”, desde pequenos choques a massagens e aplicação de produtos. Novamente o resultado não foi o esperado e a calvície continuava a avançar, algumas vezes mais rapidamente, outras mais lentamente com momentos de estagnação, mas evoluía sem parar e aquilo o assombrava, alem de lhe causar um trauma psicológico enorme pois era ainda muito jovem.

- Já formado, então no primeiro ano de residência médica, por recomendação de um amigo dermatologista, foi procurar “O Melhor cirurgião de Cabelo” que existia na época, que lhe recomendou um Transplante Capilar.

- Para ele aquilo era novidade, era encantador e imediatamente, frente aos resultados mostrados em fotos, se motivou a realizar a cirurgia.

- Realizada a cirurgia, o resultado esperado foi muito gratificante, porem apos cerca de 1 ano, começou a notar novamente rarefação, pois seus cabelos (os naturais que ainda existiam) continuaram caindo. Rapidamente procurou o mesmo médico e realizou uma nova cirurgia, tamanha era sua preocupação. Lembra-se de que a consulta levou poucos minutos e que esse não lhe disse nada a respeito do momento ideal de se fazer ou não a cirurgia, não lhe perguntou sobre antecedentes familiares de calvície, de balanço Área Doadora x Área Receptora, ou seja, não avaliou seu caso como deveria, apenas indicando novamente a cirurgia.

- O Resultado foi satisfatório, porem após 1 ou 2 anos começou a notar novamente rarefação, pois seus cabelos continuaram caindo.

- Nessa época já havia iniciado residência em cirurgia plástica e resolvera estudar por conta própria profundamente o assunto Transplante Capilar, já que esse não era objeto de estudo nas residências e especializações da época.

- Mas o pior ainda estava por vir, pois à medida que seu cabelo caia e ia se tornado mais e mais rarefeito, somente então, pôde notar o resultado dos 2 transplantes realizados, já que antes, esses estavam “camuflados” pelos fios naturais que ainda existiam.

- Qual não foi sua surpresa e perplexidade quando notou que o resultado estava totalmente inaceitável e inestetico, pois foram transplantados “tufos”, com ate 10 fios de cabelos, que não podiam ser vistos anteriormente pois estavam camuflados pelos cabelos naturais ainda existentes e à medida que esses iam caindo, o resultado inestético se tornava mais e mais evidente e mais grave ainda foi quando descobriu que sua área doadora fora lesionada de uma forma irreparável, resultando em uma cicatriz muito alargada e varias lesões resultantes de remoções com punchs.

- Foi então que lhe surgiu a seguinte pergunta: Mas se esse é o profissional mais famoso e competente do Brasil, esse deve ser o Maximo possível que se pode obter em termos de resultado???

- Continuou então estudando profundamente o assunto e se comunicando com diversos centros de estudo e tratamento da calvície do mundo todo, descobrindo que não somente o tratamento oferecido estava obsoleto e ultrapassado como também tudo que poderia ser oferecido em termos de tecnologia e de resultados naquela época.

- Estava então no último ano de residência em cirurgia plástica e convenceu o chefe do serviço a começar a realizar essa cirurgia. Esse lhe deu carta branca pois via o esforço e dedicação daquele jovem pelo assunto.

- Foi assim que o Dr. Ruston começou a realizar suas primeiras cirurgias, com base em artigos e troca de informações com diversos cirurgiões de todas as partes do mundo.

- Nas primeiras cirurgias, optou por transplantar pequenas quantidades de enxertos, já que não dominava a técnica nem possuía equipe qualificada ou numerosa, porém tentando sempre oferecer resultados naturais, nunca utilizando enxertos com mais de 3 ou 4 fios.

- Assim que terminou sua residência em cirurgia plástica e antes de montar sua primeira clínica, decidiu então parar com tudo e viajar o mundo, visitar aqueles renomados serviços com os quais estava se comunicando.

- Estava ansioso por aprender, por ver com seus próprios olhos o que existia de mais moderno e sofisticado no assunto, mesmo porque necessitava ainda corrigir seu próprio caso e gostaria de escolher “O Melhor Profissional” para fazê-lo.

- Assim sendo, percorreu vários centros de estudo da calvície em todo mundo:
EUA, CANADÁ, FRANÇA, SUÉCIA, ITÁLIA, FINLÂNDIA, e muitos outros.

- Retornando após cerca de 1 ano com suas idéias renovadas, pois havia visto tudo que existia no mundo em termos do assunto, criou seu primeiro grupo, que consistia, além dele, Dr. Ruston, de outro cirurgião e 2 instrumentadoras e começou a realizar suas próprias cirurgias.

À medida que as cirurgias eram realizadas, os problemas e dificuldades iam surgindo, pois uma coisa era a teoria e ver a prática, outra era aplicá-la de fato.

- Continuou mantendo contato com os amigos que havia feito pelo mundo e tentando solucionar as intercorrências e obstáculos que surgiam e assim se tornando não somente um profundo estudioso e apaixonado pelo assunto, mas um obstinado pela idéia de oferecer resultados cada vez mais naturais e imperceptíveis.

- Não conseguia conter a emoção ao ver seus primeiros bons resultados surgirem e à medida que eles se tornavam cada vez mais naturais e sofisticados e sua clientela ia aumentando, foi aumentando seu grupo, que passou a contar com mais duas assistentes.

- Alguns anos e inúmeras cirurgias depois, o tão esperado obstáculo da Naturalidade foi então finalmente ultrapassado, viu-se impelido a oferecer cada vez mais volume e densidade numa única sessão, já que não concordava com o modelo americano que vinha praticando, de transplantar e cobrar por enxertos e de realizar vários e pequenos procedimentos, criando então a idéia de Megasessão, o que pratica até hoje e que corresponde ao Maximo “possível” de ser transplantado em cada sessão. Isso só foi possível através do incremento de sua equipe, que então já era composta de 6 profissionais.

O FINAL FELIZ:

- Hoje, o Dr. Ruston é uma referência internacional no assunto e vários jovens médicos do mundo todo que se iniciam na prática de transplante capilar vêem aprender suas técnicas cirúrgicas e sua metodologia de trabalho.

- O trauma da juventude se converteu em objeto de estudo e paixão e devido a todos os problemas que enfrentou, o Dr. Ruston, além de ser um cientista e profundo conhecedor do assunto, adquiriu uma sensibilidade apurada para interpretar a angústia e o desejo de cada paciente, principalmente de jovens que chegam diariamente a sua clínica buscando corrigir seus resultados inestéticos ou até mesmo artificiais provenientes de cirurgias anteriores mal-conduzidas. Ele analisa cada caso como se fosse único e faz questão de explicar todos os detalhes da cirurgia e mostrar de forma realística o que o paciente pode esperar em termos de resultado. É um artista acima de tudo, preocupado com todos os pequenos detalhes que fazem a diferença no resultado final. (ver A Arte do Transplante Capilar ).

Mesmo já tendo realizado mais de 1000 cirurgias continua cada vez mais interessado pelo assunto, estando presente e realizando pessoalmente todas as cirurgias e consultas. Somado o tempo de cirurgia (tem como princípio realizar somente uma megasessão ao dia), consultas, e.mails profissionais, análise de casos, trabalhos para mídia leiga e cientifica e preparo de trabalhos para simpósios internacionais, o Dr. Ruston dispende no mínimo de 10 a 12 horas diárias no assunto. Somente uma pessoa realmente apaixonada pelo que faz, reservaria mais da metade de sua vida útil ao estudo e aperfeiçoamento de algo.

Continua viajando com freqüência para o exterior, trocando informações, apresentando seus trabalhos, realizando cirurgias demonstrativas e acima de tudo, estando sempre atualizado, para poder oferecer o que de mais moderno existe aos seus pacientes, que vêem não somente das mais diversas partes do país como também de vários países do mundo. ver "Galeria de Fotos;

Sua obstinação continua sendo em poder acabar de vez com o estigma que essa cirurgia ainda carrega e diz que essa cirurgia não é para aventureiros e sim para profissionais qualificados, treinados e acima de tudo apaixonados pelo assunto.

Veja “Mensagem



  Curriculum Vitae | Trabalhos | Sua História | Mensagem | Galeria de Fotos
  Clínica Ruston
Av. Eng. Oscar Americano, 60 - Cid. Jardim - SPaulo/SP - Brasil
Tels. SP: +55 (11) 3094-7474 e 4329-1310
Tel. RJ (21) 4063-9102