O Transplante


Aqui você terá noções básicas
sobre transplante capilar.
 
Esclareça dúvidas e agende sua consulta: SP (11) 3031.1221 e RJ (21) 4063-9102
A TÉCNICA PASSO A PASSO - AD X AR

AD = área doadora
AR = área receptora

O primeiro passo na avaliação de um paciente é analisar o balanço AD X AR, isto é, a quantidade de cabelos que ele tem para doar comparada à quantidade de cabelos que ele necessita receber para resolver seu caso.
Porém, conforme a calvície evolui, a AR aumenta e a AD diminui e ela só seria segura se a calvície já estivesse totalmente estabelecida.

Por isto, nesta análise, devemos levar em consideração que a calvície é progressiva.
Um erro bastante comum e grave é analisar o paciente como ele se encontra naquele determinado momento, não se levando em conta a evolução de sua calvície.

Por exemplo:
Ao avaliarmos um paciente jovem (entre 20 e 30 anos) devemos saber que sua calvície tende a se agravar. Ou seja, sua AR irá aumentar de tamanho e simultaneamente sua AD irá diminuir, pois sua coroa irá descer.

Portanto, qualquer balanço que se faça tomando como referência estática o quadro atual do paciente estará errado e fadado ao insucesso.

Como então fazemos uma correta avaliação do balanço AD X AR ???
Primeiramente, levantamos um histórico familiar apurado de calvície do paciente (lados paterno e materno até duas gerações anteriores).

Posteriormente, realizamos uma avaliação microscópica criteriosa tanto de sua AD quanto de sua AR.


Tudo isso somado a idade do paciente, tipo de calvície e experiência do cirurgião, fará com que tenhamos uma idéia de como sua calvície irá evoluir, e poderemos indicar com exatidão a melhor estratégia para o seu caso, não apenas HOJE , mas para o RESTO DE SUA VIDA.

Em pacientes mais velhos (mais de 50 anos) ou jovens porém com calvícies avançadas e já estabelecidas, isso não se faz tão necessário, pois como sua calvície já está praticamente estabilizada, temos uma noção mais precisa de sua proporção AD X AR.

Mas mesmo assim esse balanço pode nos enganar se não tivermos experiência.

Analise abaixo os dois casos que parecem semelhantes em termos de grau de calvície, mas que não são, visto que no caso da esquerda, o balanço AD x AR é mais positivo já que a área doadora é maior e a área calva menor.Já no caso da direita, note que a área calva é bem maior e a área doadora, menor, visto que a coroa é bem mais baixa.


Obviamente o caso da esquerda terá um resultado melhor em termos de volume e densidade que o da direita.


Próx.: Unidades Foliculares
Ant.: Área Receptora
  Clínica Ruston
Av. Eng. Oscar Americano, 60 - Cid. Jardim - SPaulo/SP - Brasil
Tels. SP: +55 (11) 3094-7474 e 4329-1310
Tel. RJ (21) 4063-9102