O Transplante


Aqui você terá noções básicas
sobre transplante capilar.
 
Esclareça dúvidas e agende sua consulta: SP (11) 3031.1221 e RJ (21) 4063-9102
A TÉCNICA PASSO A PASSO - RESUMO DA TÉCNICA

Consulta

A consulta tem o objetivo de avaliar a calvície do paciente, sua provável evolução e assim traçar a melhor estratégia cirúrgica e/ou clínica para cada caso.

Na Clínica Ruston, o paciente passa primeiramente por um processo educativo e fica sabendo tudo a respeito da técnica de transplante capilar. Esse processo educativo tem o intuito de educar o paciente e futuro candidato ao transplante capilar para que suas expectativas sejam as mais realísticas possíveis. Ele assiste vídeos explicativos em animação gráfica e fica sabendo e compreendendo melhor o processo de calvície e as alternativas de tratamento detalhadamente.
Em seguida o paciente acompanha uma analise microscópica do seu couro cabeludo e é realizada então a análise fotográfica de seu caso.
A próxima etapa é acompanhá-lo até a sala de consulta, onde todas as suas dúvidas sobre a cirurgia (pré, intra e pós-operatório) e/ou as alternativas de tratamento serão tiradas. Em seguida será discutida a melhor estratégia cirúrgica ou clínica a ser utilizada em seu caso, levando-se em consideração seu tipo de calvície, fase da mesma, sua provável evolução, relação área doadora x área receptora, idade, histórico familiar, tipo de face, etc...

Somente então é apresentada a melhor estratégia cirúrgica para seu caso, ou seja, as áreas que serão tratadas, as que serão priorizadas e o melhor design para linha de frente (a primeira linha a receber os transplantes).
Esse design é muito importante, pois ele é que vai emoldurar o novo contorno capilar. Cada paciente tem um rosto diferente, uma calvície diferente, e, portanto, o design de cada linha de frente deve ser diferente.


O Transplante Capilar passo a passo

Diferentemente do que as pessoas imaginam, os cabelos não saem do couro cabeludo “um a um” e sim em grupamentos de 1, 2 e 3 fios, denominados unidades foliculares. área de couro cabeludo aumentada 50xx – note como os fios emergem em grupos de 1,2 e 3.


I
magem de couro cabeludo vista ao microscópio (aumento de 50x)


As Etapas do Transplante

1- A Separação das Unidades Foliculares

Removemos então um fragmento longo e estreito (de orelha a orelha) de couro cabeludo da região da nuca, que é levado para as mesas de separação onde 7 assistentes, com auxilio de microscópios de última geração o dividirá em fragmentos cada vez menores até a obtenção das unidades foliculares de 1,2 e 3 fios.


sliver sendo confeccionado no microscópio


Separação e lapidação das unidades foliculares de 1, 2 e 3 fios no microscópio
 

2- A colocação das Unidades Foliculares

A etapa seguinte é o transplante das unidades foliculares para a área receptora calva. Laminas microcirúrgicas realizam uma pequena incisão semelhante ou menor que a de uma agulha de insulina e os enxertos são imediatamente colocados.


Distância entre os enxertos – deve-se respeitar uma distância mínima (de cerca de 1 mm ) no momento da colocação para que todos cresçam considerando também o ângulo de inclinação - que deve acompanhar o caimento natural do cabelo pré-existente em cada área.


3- Revisão da cirurgia

Ao final a área transplantada é lavada com soro fisiológico e os transplantes são revisados. O paciente permanece mais 20 a 30 minutos no hospital e vai embora totalmente acordado e sem curativos.


4- A Anestesia

A anestesia utilizada nessa cirurgia é do tipo local com leve sedação endovenosa. Ou seja, a anestesia é local, mas para que o paciente não sinta dor no momento da anestesia e fique tranqüilo durante o procedimento, utilizamos um leve sedativo por via endovenosa. Todo o ato cirúrgico é monitorizado por aparelhos de última geração.


Novidades

Gigasessão

Trata-se do máximo possível de unidades foliculares que podem ser transplantadas em uma única sessão sem seqüelas para a área doadora do paciente. Numa megasessão podem ser transplantadas de 3.000 a 4.500 unidades foliculares, o que corresponde entre 6.000 a 9.000 fios. Esse total depende diretamente da densidade (percentual de unidades foliculares por cm²) e da elasticidade da fonte doadora do paciente.

Porém, para se realizar uma Megasessão que tem duração média de 6 horas, necessita-se de uma equipe numerosa e treinada. Em nossa prática diária 9 profissionais participam da cirurgia. Enquanto cirurgião e assistente removem a área doadora e transplantam os enxertos, 6 assistentes cirúrgicas altamente treinadas se ocupam da confecção e preservação dos mesmos. Com este procedimento dinâmico, diminuímos o tempo cirúrgico e o desconforto do paciente, e ainda aumentamos a taxa de integração dos folículos, que hoje chega próximo de 100%.


Resultados

O objetivo de todo médico que atua nessa área é o de oferecer resultados cada vez mais naturais e perfeitos e para isso muitos detalhes devem ser seguidos, porém o maior deles continua sendo o “hairline”, ou seja, as primeiras linhas da frente, aquelas que serão mais notadas ao primeiro olhar. E como oferecer um ‘hairline’ absolutamente natural, que não possa ser detectado por ninguém sob quaisquer circunstancias?
Nossa resposta é simples: Tentando imitar ao máximo a natureza, ou seja, criando um ‘hairline’ exatamente igual ao de uma pessoa não calva.

Para isso, muitos cuidados devem ser tomados, tais como:
• Criação de uma linha irregular e de densidade progressiva e não reta e de início abrupto;
• Somente utilização de unidades foliculares de um fio nas primeiras linhas;
• Design adequado para cada caso.

Contudo, isso não é suficiente, já que para atingir um resultado absolutamente natural, devemos imitar aquela penugem existente naturalmente e que antecede as primeiras linhas da frente. Para isso, necessitamos de fios de cabelos muito finos. Utilizando microscópios de alta potência, conseguimos isolar essas unidades foliculares de um fio muito finas das demais e as denominamos “Ultrafine single hairs”. Elas são transplantadas à frente das demais, de forma irregular para dar sofisticação e perfeição aos resultados.


N
ote a diferença entre um single hair normal e um ultrafine (ambos do mesmo paciente)

Pós-operatório

Cerca de 80% dos transplantes caem após 7 a 14 dias, levando os fios e deixando suas raízes. A partir dessas raízes crescerão os novos fios, que alcançarão o couro cabeludo em torno de 3 meses e após esse período cerca de 1 centímetro ao mês, de forma indefinida.

Como os fios transplantados não contêm o código genético para a calvície, eles nunca mais cairão. Deste modo, o resultado do transplante capilar é para a vida toda.

Mas lembre-se de que os seus cabelos (não transplantados) que contêm o código genético para a calvície, continuarão caindo. Portanto a necessidade de uma nova sessão será diretamente proporcional à velocidade de queda desses fios.

  Clínica Ruston
Av. Eng. Oscar Americano, 60 - Cid. Jardim - SPaulo/SP - Brasil
Tels. SP: +55 (11) 3094-7474 e 4329-1310
Tel. RJ (21) 4063-9102